Com certeza não devo ser o único que tem pedra nos rins e sofre com elas regularmente. Este Blog é um espaço aberto para o desabafo de todos que assim como eu passam por uma situação parecida. Se você também tem ou teve cálculo renal, seja bem vindo para compartilhar sua experiência e o seu conhecimento sobre o assunto. Vamos trocar idéias, aconselhar, recomendar, explicar, mobilizar e contribuir de alguma forma. Será que pessoas que assim como eu formam com frequência pedra nos rins são obrigadas a sofrer durante a maior parte da sua vida? Será que ninguém inventou ainda uma solução definitiva para as milhares de pessoas que sofrem com formação recorrente de cálculo renal? O debate está aberto. Participe e ajude-me esclarecer o assunto.

domingo, 15 de maio de 2011

Pedra no rim - Cálculo renal - Litíase - Causa, sintomas, tratamentos

PEDRA NO RIM: Será que existe uma solução definitiva para quem sofre com a formação de pedra nos rins?

Estas formações que aparecem em nosso sistema urinário e são conhecidas como pedra no rim, cálculo renal, litíase, nefrolitíase, ou algum outro nome derivado disso tudo.


Pedra nos Rins
Pedra nos Rins


Acho que todas as pessoas que já tiveram pedra nos rins já sabem a definição normalmente aplicada ao problema:

"Pedra nos rins são depósitos organizados de sais minerais nos rins ou em qualquer parte do aparelho urinário".
 
Esta é a descrição utilizada por praticamente todos os livros e textos que tratam do assunto, normalmente continuando com:
 
"Sabe-se que o homem expele pela urina grandes quantidades de sais de cálcio, ácido úrico, oxalatos, cistina e, eventualmente, outras substâncias como penicilina e diuréticos. Em algumas condições a urina fica saturada desses cristais e como conseqüência formam-se pedras nos rins. Não é um fenômeno raro até a idade de 70 anos. Aproximadamente 12% dos homens e 5% das mulheres podem ter, pelo menos, um cálculo renal durante suas vidas. A primeira década da vida não está imune ao surgimento de pedra nos rins, havendo um pico de incidência entre quatro e sete anos de idade. O problema é mais comum no adulto jovem, em torno da 3 ª ou 4 ª década de vida, predominando na raça branca e não havendo diferença de sexo. A recorrência é mais comum no adulto jovem, 15% em um ano, 40% em até 5 anos e 50% em até 10 anos. A população negra tem menos litíase renal que a branca".

Possivelmente complementadas com:

"Na verdade, pedra nos rins se originam por problemas metabólicos, sendo uma desordem causada por uma estrutura cristalina que se forma nas várias partes do trato urinário. Depósitos organizados de sais minerais nos rins ou em qualquer parte do aparelho urinário. Estas pedras começam bem pequenas e vão crescendo. O desenvolvimento, o formato e a velocidade de crescimento destas estruturas dependem da concentração das diferentes substâncias químicas presentes na urina. As pedras nos rins se formam devido ao acúmulo de minerais que acabam se cristalizando devido a uma disfunção metabólica no organismo. Acredita-se que o crescimento dos cálculos renais pode ser acelerado por substâncias denominadas promotoras e retardado por substâncias ditas inibidoras. Cálculos renais constituídos por cálcio são os mais comuns. Alguns outros minerais normalmente encontrados são: estruvita, oxalato, ácido úrico. Comumente a pedra nos rins pode ser formada por uma mistura destes elementos. Quando houver um excesso destes minerais no organismo, há uma tendência para que eles se depositem na urina".

Meu nome é Vinicius, tenho 26 anos, moro em Brasília-DF e tenho algumas pedras nos rins que já são parte integrante do meu corpo e me causam uma péssima qualidade de vida.

Já estou cansado de visitar médicos e "especialistas" no assunto. Todos os urologistas que já visitei me disseram o mesmo:
  • Beba no mínimo 3 litros de água ao longo do dia - todos os dias;
  • Evite o sal;
  • Quando sentir cólicas use o buscopam 3x ao dia;
  • Se as dores estiverem insuportáveis tome anti inflamatório como Voltaren ou outros, (Nestes casos, para quem tem problemas de estomago não deve esquecer de tomar um protetor gástrico como por ex. Omeprasol). Obs.: Aconselho a todos que prefiram uma injeção de voltaren no traseiro, doi p/ KCT, mas é muito mais eficaz e rápido para passar a dor da cólica;
  • Se as dores forem mais que insuportáveis (de perder o controle total), use o medicamento TRAMAL para dar conta do recado, mas não esqueça um protetor gástrico;
  • Para as pedras maiores que 6mm muitas vezes recomenda-se a litotripsia (me recuso a usar novamente um tratamento que não funcionou da primeira vez, me causou dor e hematúria e ainda poderia me causar contusão renal e hematomas perirrenais ou pararrenais, pancreatite aguda, gastroduodenite aguda, arritmias cardíacas, contusões pulmonares, obstrução urinária em decorrência da migração dos fragmentos, cólica renoureteral, diabetes e hipertensão arterial).
Alguns outros conselhos que recebi durante as consultas:
  • Banho de imersão de água quente com sal grosso (já experimentei, no meu caso passou um pouco a dor momentaneamente);
  • Uma bolsa de água quente na região onde está doendo (as vezes ajuda temporariamente, mas nem sempre);
  • Não usar roupas apertadas (isso é fato e quando sinto as cólicas, se pudesse andaria até nú);
  • No caso de dores leves, durante as refeições comer apenas coisas leves como sopas, torradas, arroz, canja, frutas e legumes;
  • Tentar ir ao banheiro defecar o máximo possível, esvaziando os intestinos para não apertar os rins ou os canais;
  • Se beber água for dificil, é compreensivel... Beber sucos ou chás e estabelecer metas como um copo grande por hora.

O complicado é que mesmo atendendo a todos os requisitos acima, muitas pessoas assim como eu, continuarão formando pedra nos rins de tempos em tempos.

Além disso, tudo parece muito simples para quem não sofre com esta doença, mas na verdade o assunto é sério, complexo e delicado. Pedra nos rins podem se tornar um pesadelo na vida de uma pessoa.

Pedra no Rim - Calculo Renal
Pedra no Rim - Cálculo Renal

Com a quantidade de tempo e de dinheiro que já gastei em urologistas, acho que poderia ter feito um curso de medicina com especialização em Urologia.

Foram milhares de consultas e exames como:
  • Exames de urina (para confirmar a presença de componentes que formam pedra no rim);
  • Radiografias (nem sempre as pedra aparecem com este exame);
  • Ecografias (os resultados deste exame normalmente são mais precisos);
  • Urografias (contraste das vias urinárias para saber se está alguma coisa obstruida);
  • centigramas (para ver se os rins funcionam bem).

Métodos de tratamento que usei e no meu caso não funcionaram:
  • Seguir as orientações do urologista (não resolveu);
  • Estudo de alterações metabólicas (não chegaram a conclusão nenhuma);
  • Misturebas caseiras das mais diversas (foram várias as receitas e nada resolveu);
  • Chás disso, daquilo e daquele outro (serviu apenas para me ajudar a consumir mais líquidos);
  • Acupuntura (efeito absolutamente nulo);
  • Readequação alimentar com acompanhamento de nutricionista (segui tudo a risca e não funcionou);
  • Todos os medicamentos indicados pelos médicos, como o Litocit e o Dissol (além de não ajudarem ainda atrapalharam, sendo que o primeiro inclusive acabou com meu estômago);
  • Cloreto de magnésio (não funcionou);
  • Benzimento (isso eu já imaginava que não resolveria, mas proteção espiritual nunca é demais).
Nenhuma das opções acima funcionou no meu caso. Se alguém tiver sugestão de qualquer outro produto ou tratamento que possa funcionar para evitar a formação de pedra nos rins e eliminar pedra já formadas, por favor escreva no blog e farei questão de testar, mesmo que isso me custe tempo e mais alguns reais, afinal, só testando mesmo para ter certeza se funciona ou não.

Obs.1.: O chá de quebra-pedra, definitivamente não funciona. O nome é uma enganação porque assim como os diversos outros que eu tomei, não produz efeito contra o cálculo renal. "A única vantagem é que sendo líquido fez meu rim trabalhar ainda mais".

Obs.2.: Fiz litotripcia 1 vez e não funcionou. O médico insistiu que eu precisaria fazer outra seção, mas me recusei. Tenho amigos que já fizeram litotripsia e apesar de terem sofrido como cachorros (principalmente por causa do cateter Duplo J e das cólicas causadas pelos fragmentos), realmente eliminaram os cálculos. No meu caso, conforme comentei em trecho anterior, me recuso a usar novamente um tratamento que não funcionou e ainda pode causar hematúria, contusão renal e hematomas perirrenais ou pararrenais, pancreatite aguda, gastroduodenite aguda, arritmias cardíacas, contusões pulmonares, obstrução urinária em decorrência da migração dos fragmentos, cólica renoureteral, diabetes e hipertensão arterial. Não é possível que não exista outra alternativa. Aliás, o meu problema não é apenas eliminar as pedras já formadas, mas também impedir a formação das novas pedras que tem surgido de tempos em tempos.

Quanto a ir ao hospital:

Eu particularmente estou muito descrente da boa funcionalidade dos hospitais aqui no Brasil, assim como dos médicos e da medicina. 

Da primeira vez que tive uma cólica renal e me levaram ao hospital com uma dor insuportável, fui atendido por um estudante de medicina (residente) que analisou, analisou, pegou um livro de medicina, desfolhou, desfolhou, pensou um pouco e me receitou: PARACETAMOL! Obviamente que continuei gemendo de dor por algumas horas sem entender o que estava acontecendo. Somente no dia seguinte após receber o resultado do exame de urina descobri que se tratava de pedra nos rins.

Da última vez que fui parar no proto socorro com uma cólica absurdamente forte, o procedimento foi o mesmo adotado habitualmente: soro na veia (deve ser o almoço/jantar dos pacientes), buscopam e voltarem no traseiro. Depois de duas horas de repouso voltei para casa com a orientação de mais uma vez marcar consulta com um urologista.

Marquei a consulta e mais uma vez escutei a mesma lenga, lenga.

Se continuar com a formação de novas pedras e com as cólicas frequentes, vou acabar me mudando para o hospital!

Conclusão a que chego:
  • Os médicos urologistas não sabem o que falam e o que fazem nos casos de pedra nos rins, parecem estar todos perdidos e interessadíssimos em faturar com a litotripsia e outros procedimentos caros;
  • Para realizar uma intervenção endoscópica flexivel com holmium laser, que segundo os médicos é um procedimento eficiente e sem riscos, precisaria ser muito rico, já que uma intervenção não sai por menos de R$ 16.000,00. (não consigo pagar nem para fazer uma única vez, como ficaria se cada vez que tiver um cálculo fosse desembolsar esta grana? o SUS deveria disponibilizar este tipo de tratamento);
  • Sou obrigado a continuar tomando estas drogas contra as dores (voltarem, buscopam, tramal, ...), que acabam com o estomago e fazem mal ao organismo;
  • Aguentar firme a cada nova cólica enquanto continuo procurando e testando tudo o que indicam.
No entanto, como não devo ser o único que vem sofrendo com pedra nos rins, gostaria de reunir aqui as pessoas que estão em situação igual ou parecida com a minha para juntos discutirmos o assunto e tentarmos encontrar soluções. 

Pedra no Rim Maldita
Pedra no Rim Maldita


Se existem soluções que eu ainda não conheço, por favor, gostaria que compartilhassem.

26 comentários:

  1. Pobre quando ganha alguma coisa, deve ficar desconfiado não é mesmo? Pois bem, ganhei uma folga forçada do trabalho e uma pedra no rim. No dia 26/05 tive uma crise T E R R Í V E L, as pedrinhas resolveram se mexer, e acreditem me obrigaram a passar quase um dia inteiro no hospital e outro em casa. São 03 pedras no total segundo o ultrasom. Encontrei este texto na internet e estou aproveitando para desabafar: YUH%&$######@@@&^%JHJVG^&^$^%$^*&!!!! Issom mesmo: só um palavrão para definir a dor que estas pedrinhas causam. Pior que por enquanto ainda não sei qual será o tratamento, por ora estou apenas me entupindo de água.

    ResponderExcluir
  2. Moro em Pitangueiras e o médico urologista do meu marido, Dr. Constantino Arroyo Pieri, receitou o suplemento NQI para dissolver os 3 cálculos renais do meu marido e ele iniciou o uso do produto hoje. Pesquisei sobre o NQI na internet e gostei muito das informações encontradas. Ainda segundo o médico, será necessário 3 meses de uso para que todas as pedras sejam dissolvidas. Assim que tenhamos resultados, volto neste fórum para contar a todos vocês.

    ResponderExcluir
  3. Cara, adorei seu blog. Quase chorei de rir com a sua descrição. Também sofro com pedra nos rins e no momento estava com um cálculo de quase 2cm. Fazem 27 dias que estou usando o suplemento NQI. Ontem fiz um novo ultrasom, o qual mostrou redução do cálculo de 1.9 para 1.2. Desta forma, continuarei utilizando o NQI e postando os resultados aqui. Boa sorte a todos.

    ResponderExcluir
  4. Olá Vinicius, estava lendo seus desabafos e me identifiquei completamente, dessa forma eu me sentia a um tempo atrás, o tempo que eu era literalmente uma pedreira ambulante. Receitinhas caseiras do cunhado do vizinho da tia ou o que quer que eu ouvisse falar de qualquer pessoa eu já estava tomando ( não sei como não tive uma intoxicação rsrsrs...) e além disso não aguentava mais ir para o hospital tomar buscopan direto na veia que as crises eram constantes, dores tenebrosas.
    Já estava até me conformando que essas pedras já faziam parte do meu ser quando encontrei o NQI na net a alguns meses atrás (achei que seria mais dinheiro jogado fora), mas resolvi mais uma vez tentar e dar tchau para mais dinheiro mas resolvi apostar, uma vez a mais outra a menos nem faria diferença, mas me enganei , santo nqi viu, o mais recente exame que fiz , deu para notar que as pedrinhas diminuiram o tamanho. Foi a única "receita" que li e realmente notei a diferença em poucos meses de uso.
    Aqui vai a minha dica , que nós sofredores temos que nos ajudar, porque se depender de médico estamos perdidos viu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ola, gostaria de saber como funciona esse NQI??

      Excluir
  5. Olá amigos de sofrimento. Depois de encher um vidro de calculos renais de oxalato de cálcio, estou fazendo um tratamento com esse NQI que segundo o médico faz com que as particulas de oxalato percam o magnetismo que as fazem aderir umas nas outras formando o calculo e dissolvendo-as.
    Fiz 3 meses de tratamento, com avaliação do médico e segundo ele será necessário mais 3 meses finais. Todas as pedras já diminuiram bastante de tamanho. Hoje tenho apenas algumas pequeninas pedras e nenhum sintoma de colicas. Voltarei a fazer uma nova avaliação em 3 meses. Ufa.

    ResponderExcluir
  6. Estou com sintomas de pedra nos rins! Esta semana mesmo devo fazer um exame para ter certeza! Sinto umas pontadas nas costas, vou fazer xixi diversas vezes ao dia e sempre sai pouco, deve ser mesmo esta porcaria de pedra nos rins! Era só o que me faltava!

    ResponderExcluir
  7. Estou sofrendo muito com pedra nos rins, as cólicas renais são frequentes e o buscopan não está mais fazendo passar as dores. A pedra no rim tem 6mm. Preciso de ajuda urgente. Fui ao médico e ele só falou para tomar água que a pedra deve sair sozinha. E agora? O que eu faço! Me ajudem por favor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procure urgente outro urologista. Um médico me disse a mesma coisa quando meu cálculo era pequenininho e agora ele já está com 2 cm. Fique alerta.

      Excluir
  8. Também usei o suplemento nqi e minha pedra de 6mm desapareceu com 3 meses de uso.

    ResponderExcluir
  9. oi a cabei de passar por um processo sofredor de colica renal onde fui enternada e com uma sonda me tiraram alguns pequenos dejetos chamados de calculos e sem falar que foi inserido em meu rim esquerdo u cateter que tem me dado muita dor, esta merda doi p kct

    ResponderExcluir
  10. Tive um problema sério com cólica renal, durante 03 meses sofrendo com muiiiiita dor, nauseas, vomitos, sangue na urina. Tratei com as mesmas coisas que você se referiu no seu tratamento. Como presente de Natal dia 25/12 na hora do almoço tive a pior das cólicas, quase desmaiando literalmente de dor consegui expelir uma pedra do tamanho de um grão de bico. A sensação de alívio após esse fato foi o melhor que me ocorreu.
    Esse ano começou de novo o sofrimento com as leves fisgadas nos rins, caminhando para a dor intensa. Me recomendaram Rowatinex, tomei durante 5 dias e as dores sumiram, continuei tomando até completar 100 capsulas e a dor não voltou mais.
    Mudei sim minha alimentação, excluindo sucos de pó, macarrão instantãneo, caldos (temperos), abacaxi, tomate, refrigerantes e toda e qualquer proteína de origem animal. Inclui ainda suco de cramberry, muita água de coco e o NQI. Espero definitivamente que essa dor nunca mais volte porque não é fácil suportá-la. Mauro

    ResponderExcluir
  11. ja tive varias colicas , fui parar varias vezes no hospital , ja estava ficando conhecido por la fiz amizade com enfermeiros e medicos , nem fazia consulta ja ia pra enfermaria , pedia os medicamentos como se pede uma cerveja num bar .mijei varia pedras , é coisa mais gostosa que pode acontecer quando esta mijando , só de saber que aquela coisa dura saiu de dentro de voce é um alivio muito grande.ouvi umas duas mil receitas caseiras , mas oque realmente cura é a paciencia ,pode demorar mas ela um dia vai sair , ja estou acostumado com a dor , na semana em que nao tenho colicas , sinto até falta dela , nao durmo nao como direito, acho que estou apaixonado por ela.

    ResponderExcluir
  12. claudia,oi amigo de dor maldita estou passando o mesmo problema,ja fiz ureteroscopia pelo sus mas nao conseguirao tirar a pedra sofri muito fiquei enternada para passar a dor sai do hospital passou a dor achei que a pedra tinha saido depois de 5 meses voltou a dor de novo e fui para ao hopital foi ai que descobri fazendo uma tomografia que a pedra continua la e a pedra creceu começou meu inferno na vida voltei no urologista ele falou que tinha que operar de novo agora vou fazer ureterolitotripsia essa cirurgia e mais avançado,vai ai a minha indagaçao pq o inbecil ja nao fez essa cirurgia,esses medicos deve ganhar por cirurgia pq nao e possivel enquanto nos paciente sofre nas maos deles,estou tao revoltada e minha cirurgia esta marcada no dia 22 de fevereiro,isso e para o paciente sofrer aos poucos,pq pobre tem que sofrer,me indentifiquei com todos os casos,eu estimo as melhora para todos que passao por esse sofrimento.

    ResponderExcluir
  13. Olá minha irmã tinha pedras nos rins, os sintomas que normalmente tinha era pressão alta e febre, colica dificilmente. Depois de varios anos um rim parou de funcionar, após consultar varios urologista e exames, resolvel retirar o rim que não funcionava através de laparoscopia. A cirurgia foi feita no dia 23.01.2012 pelo "medico" alexandre den julio, ele perfurou a veia cava e ela simplismente morreu. Apesar do problema que tinha era uma pessoa extremamente saudavel, feliz, trinta e oito anos, deixou uma filha de dois anos e nove meses. Lembro tambem que ela era obsa morbida (106kg) e com mais de 10 anos com calculos renais. Os riscos foram substimados pelo medico. Agora a filha e a familia chora. Tristeza nada mais.

    ResponderExcluir
  14. Olá pessoal , gostei mto do blog.Estou com uma pedra de 9mm a 1cm, não se sabe o certo.Será possível sair sozinha ? Meu médico quer fazer a LECO, já fiz com outros calculos e sofri muito. Destrói o rim.
    Aguem já soltou uma pedra desse tamanho ?

    ResponderExcluir
  15. Bom dia!
    Sofro com pedras nos rins!
    Estou à duas semanas com cólicas que duram entre 2 a 5 horas.
    Fui 3 vezes ao medico que receitou voltaren.
    Estou cada vez pior, as cólicas são cada vez mais dolorosas e durante mais tempo.
    Vivo na Suíça, no Cantão alemão de Luzerna, e o médico aqui diz que não tem solução, manda beber muito liquido e tomar voltaren.
    Não consigo trabalhar assim com as cólicas e o medico nem quer passar mais carta para justificar falta no trabalho porque diz que isto é norma e não tem solução.
    Não sei o que fazer...

    Francisco

    ResponderExcluir
  16. ola boa tarde, vc comentou sobre a litotripsia, que pra vc nao funcionou!!
    doi muito fazer essa litotripsia??? e pra colocar o cateter duplo J doi muito tbem?? e pra colocar o cateter duplo J ele coloca anestesia???? o medico pediu pra mim fazer a litotripsia e tenho que colocar o cateter j e fica por algum dias, mais to com medo.

    ResponderExcluir
  17. NESSE MOMENTO TOU CHORANDO SINTO UMA ENORME DOR TENHO UMA PEDRA DE 2CM SEGUNDO O MEDICO ELA PARECE COM UM CAROÇO DE AZEITONA PENSEI EM TOMAR ESSE NQI ESPERO QUE DER CERTO POIS JA FAZ 2 ANOS QUE SOFRO COM ISSO

    ResponderExcluir
  18. Olá Vinicius. Descobri agora em exame preventivo uma pedra de 0.6cm. Ainda sem dor alguma, medico recomendou a litotripsia. Vi que tem vários efeitos colaterais péssimos. A melhor solução seria o holmium laser, mas pelo teu relato é carrissimo. Já testou o NQI e seus efeitos "milagrosos"? Acho que vou para esta alternativa antes que as dores comecem.
    Abraço e saúde!

    ResponderExcluir
  19. kkkkk...Fiquei encantada com seu artigo Vinícios.. Com certeza a pedra te tirou o sussego, mas não tirou seu bom humor...assim como obom humor do nosso amigo ( ja podemos formar uma associação " Amigos Petrificados ") Julio, a acima. Tive o desprazer de conhecer umas cólica renal em junho deste ano. Meu Pai!! Nem imaginava o que poderia ser aquilo. Achei q fosse a tal " dor da morte " e até liguei pra me irmão e amigos dizendo q estav morrendo, pois acreditava q era realmente a dor da morte. Assim como vc Vinícios, também ja fiz praticamente de tudo q me indicaram. Tomei nojo até de água, chá nem posso ver ( dizem q nao tem gosto de nada, mas eu consigo sentir.. rsrs). Meu cálculo tem 4mm e se encontra no ureter, canal q liga o rin à bexiga) oq está fazendo o rin dilatar. É triste pq nossas idaas e idas no hospital são constantes e nosso sofrimento passa momentaneamente... já ficamos esperando a próxima crise renal. Pior ainda é saber que o nosso Sistema de saúde pouco se importa com os pacientes com este tipo de problema. As cirúrgias, conforme vc mesmo sabe são caríssimas.. e se a cada cálculo tivermos q pagar, teríamos que participar do mensalão, além de ganhar na mega sena. Bom, estou aqui agora curtindo uma pós crise renal, e sonhando com o dia q conseguirei expelir a minha linda pedra ( não podia pelo menos ter valor?? Assim, venderíamos rsrs.. ) Obrigada por nos permitir pelo menos desabafar!! À todos os meus amigos, q assim como eu, sonham com este dia, deixo aqui um forte abraço, e boa sorte. Bjuss!!

    ResponderExcluir
  20. amei seu blog, tudo que vc falou sobre médicos e medicina esta certíssimo, tudo se resume em $$$$$$$$. abraço.

    ResponderExcluir
  21. Quando da a crise melhor nao tomar agua e ficar quieto, ou tomar um banho de banheira com agua morna. Acabo de ler isso e me ajudou a passar a crise..

    ResponderExcluir
  22. meu nome é André, tenho 5 cálculos no rim direito e 4 no esquerdo variando de 4 a 6 mm e meio, sofri horrores com a terrível cólica, assim como vc fui a um urologista que me receitou um tal de omnic ocas que não adiantou merda nenhuma, recentemente a dor parou, mais estou com medo pois não vi o calculo sair, dizem que se ele causar uma inflamação eu posso até perder o rim, que Deus ajude a nós todos !!!

    ResponderExcluir
  23. Muito bem falado no seu blog, sofro com pedras nos rins desde a infância, e hoje estou a 3 dias com dores, 2 idas a emergência, a monótona rotina de tomar soro, buscopan, etc.. e o alivio dura apenas algumas horas, passo o resto do dia com uma dor insistente que fico pensando se de uma hora pra outra ela não vai aumentar e me levar a monótona sessão de remédios outra vez, estou ate achando que essa dor não vai me deixar.
    Depois de tudo nenhum medico e capaz de apresentar soluções melhores... :C

    ResponderExcluir